ASPRA apresenta a Íntegra do Código de Ética e Disciplina

11

Este Código representa um grande avanço nas relações institucionais militares. Ele foi feito tomando por base os princípios legais que norteiam a legislatura democrática atual. Trazendo conceitos bem definidos e criteriosos de Disciplina e Ética, ele é fruto de uma vasta pesquisa em Códigos de Éticas  atualmente em vigor e adaptado para nossa realidade.

Clique abaixo e leia com atenção a íntegra do Código de Ética proposto pela ASPRA Bahia:

>>>>> Código de Ética e Disciplina dos Militares da Bahia <<<<<

Compartilhar.

11 Comentários

  1. esquece esse tal código de ética ele não serve para pmba, lembre-se do que estou falando. isso vai ser um grande problema no futuro. Enquanto formos militares precisamos do nosso regulamento militar. o que a aspra propõe é um código de ética para civil.
    descontor no salario por até 90 dias ou são perversos ou desconhece a legislação, ou querem propor absurdo.
    Para o professor, policial civil a suspensão pode ser de até 90 dias por que o policial militar que quer ser civil a suspensão é proposta para até 10 dias. Cuidado com que propõem?

    • afff!! pq você não pede logo pra voltar a DITADURA!! o código de ética é um avanço sim!!! sem sombra de duvida! a não ser para maus policiais ou superiores hierárquicos que gostam de esconder sua incompetência atras de um R-QUERO!!

  2. Samuel Celestino em

    avançamos alguns centimetros,o governo é sagaz como o próprio diabo é.interessante é que existe o interesse politico,me da o meu,o seu se der tu recebe.na história da PM/BA,nunca avançamos tano centimetros de uma jornada quilômétrica! SGT Carneiro,CAP.Tadeu.SD Prisco,este filme parece Bang Bang a italiana!Companheiros a Bahia é uma vergonha no quesito respeito aos trabalhadores,os guerreiros que cortam a madrugada separando o joio do trigo,enquanto as estrelas do Céu são nossas testemunhas,e as estrelas da casa dormem sossegadas com suas promoções garantidas,e seus soldos enriquecidos por um governo ingrato.Vamos destronar o mister Jaques!O governo, o secretario,os comandantes sabem o que precisamos,o que merecemos,,foquem as coisas grandes o salario e o plano de carreira.a promoção de um praça pepinado não sai,mas a de um capitão pepinado sai,quer exemplos? me aguarde!Estados mais pobres pagam melhor que a Bahia! quer exemplos?me aguarde!as ações judiciais contra o Estado mostra o amor que a Bahia tem por nòs,famos focar?FO-CAR!

  3. Enquanto a carreira única não sai( algo que é muito difícil,pois os coronéis não querem),a ASPRA tem é que lutar mesmo pelas praças que estão na área sofrendo abusos e descasos.Pois a luta é longa e árdua,não pensem os senhores,que vamos conseguir mudanças significantes em pouco tempo,isso é utopia(mentira),toda grande mudança,parte de um processo de médio a longo prazo,o que temos de mudar primeiro é o nosso modo de agir e pensar,para depois conseguir uma mudança real de valorização e respeito à nossa profissão.Já demos os primeiros passos,elegendo vereadores,temos agora que eleger quem sabe prefeitos,governadores,deputados Estaduais e Federais e Senadores que lutem pela nossas causas,pois todos sabem que os oficiais respeitam políticos,que são os verdadeiros líderes da polícia Militar.Vamos nos afiliar em massa na ASPRA,pois até que se prove o contrário é a única associação que está “dando a cara a tapa” na Bahia.

  4. Amigos da ASPRA vocês não leem os comentários aqui postados não, todos questionam a questão de entrar SOLDADO E CHEGAR AO CORONELATO, e não vemos o nosso amigo Prisco nem tocar no assunto, será porque? Ou vocês só brigam pelo que lhes convêm ou Prisco esta muito mal assessorado, ACORDEM ou vocês vão ficar desacreditados em muito pouco tempo. Nós já estamos começando a desacreditar em vocês que dizem brigar por melhorias para a categoria.

  5. Concordo com você Juscelino, a maior briga hoje é pra não querer ser mandado. Meu Deus, eu sou soldado, sou elemento de execução, não posso brigar pra não querer ser mandado não, mas vou correr atrás de ser superior para poder mandar também. Acorda Priscooooooooooo, vamos correr atrás de nossas ações judiciais, vamos parar de ser fiscal de lanche…

  6. Será que vou me aposentar e continuar vendo greves e um estatuto que vive sendo reformado e não chega a lugar nenhum. Falar em plano de carreira parece que é crime, ninguém vê o exemplo de um Soldado com 25 anos que nem vai a Cabo. Mostre o novo plano de carreira ou ainda não existe ?

  7. Claro que devemos ter nossos desejos pessoais, evidentemente que é natural do ser humano correr atrás do que no momentos nos é mais conveniente. Todavia, temos que parar de pensar com menos utopia, esse código de ética é uma berração jurídica e fere de morte todas normas castrenses, administrativas e constitucionais. Vamos colocar os pés no chão, se quero carreira única, se almejo ser Oficial da Polícia, temos que pensar como eu estivesse lá também e lutar apenas para que aja mais acessibilidade.
    Temos que parar de olhar pra nossos próprios umbigos, vamos lutar pelas nossas ações judiciais pessoal, vamos acordar, “vamos parar de ver se tem manteiga no pão do lanche”, essas atitudes são apenas marketing eleitoreiros, quem faz esses marketing só se dar de bem, enquanto nós, permaneceremos com nossos salários tirando nosso P.O.
    A única coisa que conclamo é que nossos “representantes” briguem por nossas ações, esse negócio de ficar fiscalizando nosso lanche não cola mais não.

  8. Engraçado como vocês só publicam o que lhes é conveniente, imagina só se estivesse no coando de algo, ainda tem a audácia de reclamar de autoritarismo, abuso, dentre outros.

  9. wanderley m. souza em

    O tal do Genuíno está preso! mas irá receber uma aposentadoria acima de 20 mil , por mês , pelo o tempo , que segundo ele contribuiu para previdência social. Mas o policial militar, trabalha 30 anos e também contribui , arruma vários inimigos em consequência do trabalho perigoso. Vai para reserva e se cometer qualquer tipo crime para se defender , perde o seu salário . Isso está errado ! Companheiro Prisco , isto não é uma berrção? Afinal mesmo estando na reserva, a gente não deixa de ser policial militar .

Deixe uma resposta