Secretário de segurança pública e ex-comandante geral assinaram acordo com a PM, há cinco anos, mas Estado ainda não cumpriu

0

Cinco anos após o acordo que colocou fim o movimento reivindicatório dos policiais militares de 2014, o Governo ainda não cumpriu sua parte prevista no documento assinado pelo secretário de segurança pública, Maurício Teles Barbosa, e ex-comandante geral da PM (veja documento anexo).

A assembleia deste dia 8 de outubro de 2019, às 15 horas, no clube Adelba, também terá como pauta: melhorias no Planserv, solução para os problemas do novo sistema RH, o plano de carreira da categoria, o reajuste da CET (benefício da Condição Especial de Trabalho), regulamentação da lei que prevê isenção de ICMS na compra de arma de fogo por servidores da segurança pública e a regulamentação da lei periculosidade, aprovada há 18 anos.

Compartilhar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.